Minha jornada em prosa e poesia

Olá escuridão, minha velha amiga
Eu vim para conversar com você novamente...
(Sound of silence-Simon & Garfunkel)







terça-feira, 5 de outubro de 2010

Tem vezes,como agora,que fico alguns minutos ante ao espelho.
Me observo,vejo a imagem que todos veem,menos eu.
Coisas passam pela minha cabeça e ,entendo porque o motivo dos risos...
Fico trazendo a memória cada escárnio,cada palavra...Como uma tempestade,sentimentos como a dor e a angústia afloram em singular fúria.
Tenho medo.Medo do reflexo no espelho.Da repetição verossíme, dos meus soluços,dos meus gestos desarticulados.
Tenho medo de mim mesma...
Como um primeiro impulso após essa letargia causada pelo choque,minha vontade é de verter aquela imagem em pedaços.Tão pequenos que seria impossível de serem montados.


Mas,ainda teria os seus olhos.

Amando a beleza,desprezando quem não se encaixa nos padrões.Jogando fora toda a virtude e preenchendo com coisas vãs,porém mais valorizados,como trofeis de grande honra.



Me tornando sobrevivente,limpo as lagrimas do rosto e tento viver.

Manaus,04/10/2010

Um comentário:

Marcela Melo disse...

Sinto cada letra de suas palavras.
Voce é uma artista e consegue tocar em mim com o que escreve.

Veja Também