Minha jornada em prosa e poesia

Olá escuridão, minha velha amiga
Eu vim para conversar com você novamente...
(Sound of silence-Simon & Garfunkel)







segunda-feira, 18 de outubro de 2010

18 anos

Que venham as farras,as tatuagens,as madrugadas foras de casa,os porres que ei de ter.Que venha tudo,por que a responsabilidade ja esta aqui desde muito tempo atras..
Certo é,que me conhecendo do jeito que conheço,tais praticas não serão tão frequentes assim...Como se uma mera idade cronológica fosse mudar isso.
Mas,deixa eu pensar que apartir daí,serei possuidora da minha própria "liberdade". Deixa eu achar que sei me virar sozinha. Deixa eu me machucar com as pedras que atirei ao alto por diversão.
Fique calado quando,do nada,eu resolver gritar.É por que nesse instante precisarei do silêncio do mundo pra me sentir bem.
Me deixa achar que sei de tudo,que não precisarei errar pra aprender...
E me deseje feliz aniversário.
21/10/2010
=D

2 comentários:

Marcela Melo disse...

Não sei se devo dizer lamento... mas quando fiz 18 anos escrevi um texto muito parecido com este seu e, não foi isso que aconteceu... era apenas o reflexo que eu gostaria que fosse.
Hoje, eu sinto falta de não ter feito mais amigos naquela época. De ter me impportado menos, de ter corrido menos atrás de um objetivo (status profissional e academico), hoje eu sinto falta de nao ter matado mais aula pra ir ao shopping jogar boliche com meu amigo... sinto falta de aos 18 não ter tomado bons porres, nao ter deixado a chaves do carro trancada do lado de dentro, nao ter dito uns palavrões... mas hoje, isso nao faz mais sentido, aquela época passou tao rápido que adiei tanto e tantas coisas... agora eu só lamento... e como lamento.
Aproveite... como já diz o ditado, se faz 18 anos apenas uma vez na vida...

Marcela Melo disse...

e FELIZ ANIVERSÁRIO LINDA.....

Veja Também